Estado implanta mais moderno sistema financeiro do Brasil

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz/PI), adquiriu o mais moderno sistema financeiro do Brasil. O Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado do Piauí (Siafe) chega para substituir o atual Sistema de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem). Com o novo sistema, o Estado passará a ser referência em modernização contábil e financeira, já que adotou o padrão internacional de contabilidade exigido pela Secretaria do Tesouro Nacional.

Segundo o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, a Sefaz está trabalhando para colocar o sistema em funcionamento até o fim do ano. “Os trabalhos foram intensificados para que o cronograma seja cumprido dentro do prazo. Estamos com a equipe do Tesouro Estadual atuando em conjunto com a empresa desenvolvedora do sistema”, afirma o gestor.

O Siafe deverá integrar-se aos órgãos e entidades da administração direta e indireta e demais poderes, bem como aos sistemas corporativos do Estado, dentre eles: Portal da Transparência, Folha de Pagamento, Sistema de Arrecadação e Controle de Patrimônio. Assim, o sistema estará em total consonância com a legislação pertinente, permitindo o monitoramento global e detalhado das despesas para fornecer informações gerenciais tempestivas, com vistas a melhorar a aplicação das receitas, sejam elas tributárias ou de outras fontes.

“O novo sistema traz inúmeras vantagens, tais como a modernização do controle da despesa, o combate ao desperdício de recursos materiais e tecnológicos, a transparência na aplicação dos recursos para a sociedade e disponibilização de informações em tempo real, o que representará um avanço na gestão de negócios para área governamental”, destaca Fonteles.

O cronograma de implantação prevê a realização de serviços técnicos especializados de instalação, configuração, parametrização, adequação, treinamento, manutenção, implementação em produção, operação assistida e suporte técnico por período determinado.

Os servidores públicos dos órgãos estaduais da área de finanças receberão capacitação e treinamento e, além disso, terão acesso aos manuais que estão sendo confeccionados pela equipe do Tesouro Estadual, com vistas a subsidiar melhor a execução dos recursos públicos.

“O salto de qualidade dos últimos anos na área do Tesouro permitiu que o Piauí realizasse operações de crédito que arrecadaram mais de 1 bilhão de reais para investimentos, retirou pendências que impediam a contratação de convênios federais e cumprimento de metas fiscais”, concluiu o secretário da Fazenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *