Norte piauiense terá indústria com produção de 48 mil litros de leite por dia

O governador Wellington Dias participou do lançamento da construção de uma nova indústria de beneficiamento de leite no Norte do estado, a lacticínios Divino Leite S/A, no município de São José do Divino. A fábrica deve ser concluída em aproximadamente 12 meses. Em funcionamento irá gerar cinco mil postos de trabalho em 22 municípios da região. É um empreendimento genuinamente piauiense que nasce com a proposta de alavancar a cadeia produtiva do leite.

O projeto prevê um investimento de R$ 40 milhões, englobando despesas com estudos, construção civil, aquisição de equipamentos e capital de giro. A fábrica pretende processar inicialmente 48 mil litros de leite por dia, com capacidade de até 80 mil mil litros, produzindo leite UHT (caixa) e achocolatado líquido.

“É a primeira indústria piauienses capaz de industrializar o leite longa vida, o consumo de leite que mais aumentou e segue aumentando no Piauí. Comprávamos tudo de fora e agora, com a Divino Leite, vamos garantir um produto 100% feito no Piauí, com a vantagem de ter uma empresa âncora para fazer acontecer o desenvolvimento da produção nessa região”, pontuou o governador Wellington Dias.

O diretor-presidente da Divino Leite, Francisco Marcelo Carvalho, falou da perspectiva otimista de visualizar a produção de lacticínios no estado. “Iniciamos estudos técnicos quando muitos diziam que o Piauí não tinha capacidade de produção. Diante desses estudos encontramos diversas possibilidades e parcerias com mais de 500 famílias que sobrevivem com a produção de leite. Vamos provar que nós piauienses somos capazes de produzir nosso próprio leite”, afirmou.

As instalações da Divino Leite estão sendo construídas no km 134 da BR 343, próximas à entrada da PI 311, no povoado Piçarreira, distrito de São José do Divino.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, outros investimentos deverão se instalar nos próximos anos no Norte piauiense. “Essa região não vai se fortalecer apenas na área do leite. Outras empresas da área de fruticultura e piscicultura vão surgir”, revelou Limma.

Câmara Setorial

Na ocasião, Dias homologou, através de decreto estadual, a Câmara Setorial do Leite do território da Planície Litorânea. A cooperativa agropecuária se Piracuruca e associações como a de produtores de leite de Caraúbas e a de Produtores Rurais de São José do Divino, estão entre as entidades que ao lado de órgãos de governo e de bancos de financiamento público irão compor a câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *