Suspeitos de explodir bancos em Campo Maior são presos; entre eles, filho de coronel

A Delegacia Regional de Campo Maior divulgou, no início da tarde deste domingo (5), que foi realizada a prisão de cinco suspeitos de integrar à quadrilha que explodiu simultaneamente duas agências bancárias no município no último dia 30 de abril. Os bandidos foram presos há três dias, mas só hoje foi divulgado para não atrapalhar nas investigações.

Na manhã de hoje, cinco integrantes da quadrilha foram mortos em confronto com a polícia na zona rural de Cocal, no Norte do Estado. Quatro foram identificados e todos são naturais de Minas Gerais.

Os presos foram identificados como Dyego Harmando Cardoso Rocha, Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, Emerson Souza Da Silva, Vinicius Pereira Da Silva Junior, Josenverton dos Santos Sousa. A polícia não divulgou o local onde eles estão detidos.

Um dos presos é Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, é filho do ex-comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Francisco Prado. Hassan já era conhecido da Polícia.


Dyego Harmando Cardoso Rocha, Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, Emerson Souza Da Silva, Vinicius Pereira Da Silva Junior, Josenverton dos Santos Sousa, presos pela polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *