Monólogo “De Canoa e de Rede” será apresentado nessa sexta-feira no Teatro João Cláudio Moreno

Premiado ator e diretor sergipano Ivo Adnil sobe ao palco para dialogar com uma Sereia fictícia e transformar sua plateia em peixes amigos na peça “De Canoa e de Rede”. Vitalino Pescador, sujeito simples mas com grande sabedoria da vida e do mar. Na peça, Vitalino pretende casar com a filha de um mestre pescador da região e, sendo sonhador e talvez um pouco lunático, ele conversa com peixes, dá nomes a eles e jura ter encontrado uma sereia. A partir deste instante, Vitalino tenciona fazer um trato com o ser fantástico. A peça foi inspirada por histórias antigas de monstros marinhos, Os Lusíadas e mesmo novelas de televisão que dão conta do universo do mar e da dura vida dos pescadores. “O espetáculo tem direta comunicabilidade com o espectador”, relata o experiente ator e diretor Cícero Vieira.

O gaúcho Ruy Jobim Neto, o autor de “De Canoa e de Rede”, buscou colocar no texto essa brasilidade nos sonhos de Vitalino. “Com o talento e qualidade do trabalho do Ivo na pele do personagem, só cabe às plateias de todo o Brasil se encantarem com esse pescador”, vibra o cineasta.

SERVIÇO: “DE CANOA E DE REDE” – Monólogo com Ivo Adnil, texto: Ruy Jobim Neto, Direção: Cícero Vieira. Produção Rodrigo Vieira
Local: Teatro João Cláudio Moreno //Recomendado para maiores de 12 anos. 60 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *