Ceará vence segunda partida da final e é campeão da Copa do Nordeste

O Ceará conquistou seu segundo título da Copa do Nordeste na noite desta terça-feira (4), no Pituaçu, ao vencer o Bahia por 1 a 0. Assim como na final de 2015, também disputada contra a equipe baiana, o Vozão levantou a taça se orgulhando de uma campanha invicta na temporada.

Após vencer o primeiro jogo da final de 2020 por 3 a 1, a equipe comandada por Guto Ferreira voltar a derrotar o Tricolor, desta vez pelo placar mínimo, com gol de Cléber. O campeão invicto dessa edição disputou 12 jogos, somando sete vitórias e cinco empates.

O jogo!

Em desvantagem pela derrota no jogo de ida, o Bahia manteve a posse de bola no primeiro tempo no Pituaçu e foi quem mais levou perigo a gol. No entanto, do outro lado, o Ceará compactou bem suas linhas, sem dar espaço ao adversário. Enquanto o meia Fernando Sobral voltava para marcar pela direita, o atacante Leandro Carvalho fazia a blitz pela esquerda. Assim, o Vozão não deu brechas ao Tricolor e foi apostando nos contra-ataques.

Mais veloz, mas esbarrando na marcação alvinegra, o Bahia teve as melhores chances arriscando chutes da intermediária. Aos sete minutos, Fernandão tentou da meia-lua, mas Fernando Prass fez a defesa rapidamente. Depois, aos 18, após roubada de bola, Rodriguinho avançou pelo meio e finalizou de fora da área, mas para fora. Em jogadas de bola parada, a melhor oportunidade para o Esquadrão de Aço foi aos 37, quando Fernandão cobrou falta, mas mandou forte por cima da meta.

A postura alvinegra foi mantida na volta do intervalo, fazendo a equipe abrir o marcador aos 15 minutos. Leandro Carvalho puxou contra-ataque, entrou na área e tocou para Bruno Pacheco, que passou para Cléber. O atacante não desperdiçou a chance e balançou as redes para o Ceará. O Bahia tentou pressionar, com boas chegadas de Clayson, Nino Paraíba, Rodriguinho e Fernandão, mas sem sucesso no último passe. O Vozão, com o placar a seu favor, administrou o resultado até o apito final para soltar o grito de “É campeão!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *