Adapi prorroga prazo final para certificação de vacinas da Febre Aftosa

Após o encerramento do prazo inicial de certificação da vacinação contra a Febre Aftosa do rebanho bovino e bubalino piauiense, que estava marcado inicialmente para o dia 15 de junho, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) anunciou a extensão do prazo para o dia 30 deste mês.

“Por conta do movimento grevista e para não prejudicar os produtores, nós reforçamos a todos os produtores piauienses que, até 30 de junho, façam a certificação em um dos escritórios da Adapi cadastrados”, afirmou Idilio Moura, gerente de Defesa Animal. Ele reforça a necessidade da apresentação da documentação das vacinas, o que garante a isenção de penalidades, assim como a garantia da segurança de seus animais.

Ao final desse prazo de certificação, a Adapi dá início ao pós-etapa, momento em que os fiscais da Agência abrem investigação a fim de descobrir as propriedades nas quais não houve imunização e intervir junto a esses criadores no sentido de conscientizá-los a realizar a vacinação de todos os animais. Os inadimplentes estão passíveis de sanções, avaliadas de acordo com sua situação cadastral.

Desde a fundação da Adapi, em 2006, foram várias as conquistas para as defesas do Estado, como a mudança do status sanitário, de risco desconhecido para área livre de Febre Aftosa com vacinação e a certificação pela OIE, Organização Mundial de Saúde Animal. Títulos que possibilitam a abertura do mercado e o crescimento da economia local e regional.

Autoria: Sidney Cardoso
Redação do site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *