portalsemfronteira@gmail.com+55(82) 0000-0000

logo


Novo grupo político de Piripiri mostra força na eleição estadual

publicado em:8/10/18 3:51 PM por: Redação do site DestaquesPolítica

ARTIGO

Tiago Freitas – Advogado.

Um novo grupo começa a aparecer no cenário político de Piripiri. O grupo, feito por vereadores: Genival Sales (licenciado e atual presidente estadual da Agespisa), William da Loto, Beatrice Pimentel, Denis Sales, Dowglas Leonardo, além de suplentes de vereadores, com o ex-secretário de saúde do município, Wilson Andrade, entre outras lideranças importantes das zonas urbanas e rural, tiveram um resultado considerado positivo nesse primeiro turno da eleição estadual, vencida pelo governador Wellington Dias.

O grupo mostrou ter entrado no jogo de maneira sólida, forte e diante da conjuntura, pode ter saído mais fortalecido ainda. Senão, vejamos: no cenário estadual, apoiou um candidato que não era de Piripiri, o que os colocava em situação de desigualdade, afinal, competia com outros que além de serem da cidade, traziam consigo algo mais. Um já é deputado e, ainda, é filho do atual prefeito. Outro, até dois anos atrás era o próprio prefeito e, a outra, ex-candidata a prefeita.

Mesmo diante dessa situação, os vereadores de maneira organizada ficaram em 3º lugar na campanha para deputado estadual com o deputado Francisco Limma, ganhando, inclusive, do ex-prefeito, ressaltando-se a maioria considerável de votos.

Agora, se for para comparar, teremos que analisar a situação em que o novo grupo estava em pé de igualdade, ou seja, o cenário federal, na disputa por uma vaga de deputado federal. Aqui todos estavam a representar um candidato que não era da cidade. Nessa situação, o desempenho do grupo de vereadores foi ainda melhor, já que o deputado Assis Carvalho teve praticamente a mesma votação que os candidatos apoiados pelo deputado e pela ex-candidata a prefeita. Átila, candidato do deputado, obteve em Piripiri 5.366 votos; Flávio Nogueira, da ex-candidata a prefeita, obteve 4.974 votos e, Assis Carvalho, 4.193 votos, superando inclusive, o candidato do próprio prefeito, Heráclito Fortes, que obteve apenas 2.006 votos.

Mesmo entendendo que a análise da conjuntura política, seja ela local ou estadual, vai além da quantidade de votos, eles podem ser reveladores do que pode ser o futuro.





Comentários



Adicionar Comentário