portalsemfronteiras@gmail.com

Redação
Whats/ Sugestôes
(86) 9 911.3872

Governo do Piauí apresenta estratégia de vacinação contra Covid-19

O Governo do Estado apresentou o Plano Operacional de Estratégia de Vacinação contra a Covid-19 no Piauí aos secretários de Saúde e prefeitos dos municípios piauienses em solenidade realizada nesta sexta-feira (15), no Palácio de Karnak. Na primeira fase da vacinação, 229.335 piauienses deverão ser vacinados, e a previsão é que 1.113.329 pessoas dos grupos prioritários sejam imunizadas até o final da quarta fase. Para tanto, o governador Wellington Dias autorizou a distribuição de 200 mil seringas, agulhas e EPIs aos municípios piauienses.

Governador apresentou plano de vacinação.

A apresentação foi feita durante reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE). O objetivo do plano é descrever as ações e estratégias definidas para a realização da vacinação contra a Covid-19 estado do Piauí. No plano, estão contidas todas as estratégias de distribuição, acondicionamento, transporte, público-alvo, farmacovigilância, segurança e comunicação, além de outros pontos que permitirão a realização da imunização dos piauienses.

Prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira, recebeu a entrega simbólica do kit de equipamentos.

A organização da imunização no Piauí já iniciou com a distribuição dos kits com equipamentos necessários para a primeira fase do programa de vacinação no estado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). Os 224 municípios serão contemplados com os kits que contêm seringas e agulhas, protetores faciais e máscaras N95. Na ocasião, representantes dos municípios de Oeiras, Piripiri, Miguel Alves, Francinópolis e Cocal receberam simbolicamente os insumos.

“Estamos prontos para a vacinação. Apresentamos o plano estratégico e na próxima terça ou quarta-feira deveremos ter a data para começar. Devemos ter, hoje ainda, a definição da chegada dos lotes de vacina nos estados. Fizemos a entrega simbólica dos insumos, mas os caminhões já começarão a se deslocar para distribuir a todos os municípios do Piauí. Precisamos estar organizados em cada município para o mínimo de perda de vacina, seguindo critérios técnicos já definidos para termos o maior aproveitamento”, ressaltou Wellington Dias.

Wellington e secretários apresentam caminhões que farão transporte de materiais para vacinação.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, afirmou que os equipamentos atenderão à primeira fase de vacinação e que já está preparando os insumos para a segunda fase. “Enviaremos, hoje, os equipamentos de proteção individual, bem como agulhas e seringas para os profissionais de saúde que irão trabalhar na campanha de vacinação. Todos os 224 municípios irão receber. Serão utilizados na primeira fase da vacinação em torno de 200 mil kits e já estamos nos preparando para a distribuição o material destinado à segunda fase, de forma que possamos garantir todas as condições de realização da campanha no estado do Piauí”, disse o gesto

De acordo com o plano, a vacinação no Piauí seguirá as quatro fases já definidas pelo Plano Nacional de Imunização, obedecendo os critérios dos grupos prioritários, no qual na primeira fase estão os profissionais da saúde, idosos acima de 75 anos e a população indígena. A segunda fase será anunciada pelo Ministério da Saúde na próxima terça-feira (19). O Plano Nacional de Imunização prevê para o estado do Piauí imunizar 1.113.329 pessoas dos grupos prioritários ao final da quarta fase.

O governador finalizou reiterando que aguarda apenas a definição do ministro da saúde, Eduardo Pazuello, para iniciar a vacinação no Piauí. “Após um diálogo intenso, chegamos a um entendimento e tivemos o compromisso do ministro Eduardo Pazuello de, na próxima terça-feira, termos a definição do Dia D de vacinação em todo o Brasil. A princípio, cerca de 200 mil doses de vacina vêm para o Piauí na primeira fase. Então, no máximo, até o dia 27 deve ser definido o início e estamos preparados. Ao finalizar essa primeira fase da vacinação, já teremos condições de ter resultados positivos nos próximos meses, com redução de pressão hospitalar e de óbitos”, acredita Wellington Dias.

Wellington Dias faz entrega simbólica de materiais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *