Produtores rurais têm até 95 por cento de abatimento para quitar financiamentos

A Lei 13.340/2016 dá descontos e facilita a renegociação de dívidas de produtores rurais do Norte e do Nordeste prejudicados pela seca. Produtores rurais têm até 95% de abatimento para quitar seu

AABB de Piripiri participa de Encontro de Administradores de AABBs do Piauí e Ceará

A AABB de Piripiri participou nos dias 24 e 25 de março, em Fortaleza (CE), do Encontro de Administradores de AABBs (ENCAD). O evento foi promovido pelos Conselhos Estaduais de AABBs (CESABBs)

Hospital Chagas Rodrigues realiza primeira etapa de curso de aperfeiçoamento em urgências clínicas e traumáticas

O Hospital Regional Chagas Rodrigues (HRCR), com apoio da Secretaria de Saúde do Estado (SESAPI), promoveu nos últimos dias 25 e 26, a primeira etapa do Curso de Aperfeiçoamento em Urgências Clínicas

Ex-governador Zé Filho atira, luta e é desarmado por trabalhador

O ex-governador do Piauí, Antônio José de Moraes Sousa Filho, o “Zé Filho” envolveu-se numa confusão com trabalhadores e de posse de uma escopeta calibre 12, atirou contra um chalé em construção

Professor de Direito é acusado de dopar e estuprar ex- aluna

Uma bacharel em Direito, de 23 anos, procurou a Delegacia da Mulher para denunciar que foi estuprada na noite deste sábado (25) para domingo (26) por um funcionário do Tribunal de Justiça

 

Produtores rurais têm até 95 por cento de abatimento para quitar financiamentos

A Lei 13.340/2016 dá descontos e facilita a renegociação de dívidas de produtores rurais do Norte e do Nordeste prejudicados pela seca. Produtores rurais têm até 95% de abatimento para quitar seu financiamento.

O Gerente Regional do Banco do Nordeste, em Piripiri, Raimundo Nonato Cardoso, falou da grande oportunidade que terão os produtores. Segundo ele, BNB trabalha com linhas de investimento, custeio, capital de giro, atendendo aos empresários em qualquer segmento. “Mas especificamente para o produtor rural, a Lei 13.340 vem para facilitar a vida do pequeno agricultor, que se encontra em débito com o banco e, por isso mesmo, impedido de fazer novos negócios”, explica Nonato Cardoso.

A lei diz que os pequenos produtores rurais, na região do semiárido, com débito até R$ 15 mil, e que fizeram seus empréstimos até 2006, de uma maneira geral tem o benefício de 95% de desconto. Ou seja, quitarão seus débitos com 5% do valor devido ao banco.

Exemplo: um produtor que fez um financiamento de R$ 10 mil, e que deve hoje R$ 15 ou 20 mil, esse financiamento volta para os R$ 10 mil iniciais. A esse valor será adicionado apenas o juro normal. Supondo que o novo valor chegue a R$ 11 mil, o devedor poderá liquidar a dívida com R$ 550 Reais, não restando nenhuma espécie de restrição bancária.

Os municípios que compreendem o semiárido na região de Piripiri, são: Pedro II, Piracuruca, São João da Fronteira, São José do Divino e Lagoa de São Francisco.

“A Lei 13.340, entretanto, lei não ampara apenas o pequeno produtor, mas também aos médios e grandes produtores. O percentual de rebate é maior para o pequeno produtor, mas os demais também têm direito a reduções.”, finalizou Nonato Cardoso.

Reportagem: Leocádio Santos

Edição: Hélcio Ferreira

Agência do BNB em Piripiri.

Gerente Regional do Banco do Nordeste, em Piripiri, Raimundo Nonato Cardoso.

AABB de Piripiri participa de Encontro de Administradores de AABBs do Piauí e Ceará

A AABB de Piripiri participou nos dias 24 e 25 de março, em Fortaleza (CE), do Encontro de Administradores de AABBs (ENCAD). O evento foi promovido pelos Conselhos Estaduais de AABBs (CESABBs) do Piauí e Ceará, em parceria com a Federação Nacional das AABBs (FENABB). O encontro buscou reciclar conhecimentos dos dirigentes e fortalecer a gestão dos clubes.

A FENABB foi representada pelo vice-presidente da entidade, Pedro Paulo (Pepe), que abordou os Programas desenvolvidos pela Federação em benefício das associações. Pepe também esclareceu dúvidas dos participantes.

Durante o encontro, o Presidente da AABB de Piripiri, Antonino Melo (Nino), que também é presidente do CESABB/PI, reuniu vários dirigentes de AABBs do Estado para compartilhar experiências, abordando muitas novas possibilidades a serem aplicadas em suas sedes.

O evento foi importante, com a participação de muitos novos dirigentes, que puderam interagir com os mais experientes, ampliando sua visão sobre o Sistema AABB.

Hospital Chagas Rodrigues realiza primeira etapa de curso de aperfeiçoamento em urgências clínicas e traumáticas

O Hospital Regional Chagas Rodrigues (HRCR), com apoio da Secretaria de Saúde do Estado (SESAPI), promoveu nos últimos dias 25 e 26, a primeira etapa do Curso de Aperfeiçoamento em Urgências Clínicas e Traumáticas.

O aperfeiçoamento é ministrado pelos médicos Dr. Hormane Rodrigues, Dr. Caubi Medeiros e a enfermeira Magda Rogéria Viana, do SAMU de Teresina, profissionais com larga experiência na área de urgências clínicas.

O curso foi destinado para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas do pronto socorro do HRCR e objetiva disponibilizar aos participantes o conhecimento das técnicas mais atualizadas e necessárias para o atendimento de vítimas em situação de urgências e emergências.

A segunda etapa do curso será realizada nos dias 8 e 9 de abril.

 

Ex-governador Zé Filho atira, luta e é desarmado por trabalhador

O ex-governador do Piauí, Antônio José de Moraes Sousa Filho, o “Zé Filho” envolveu-se numa confusão com trabalhadores e de posse de uma escopeta calibre 12, atirou contra um chalé em construção nas proximidades da casa dele, no povoado Macapá, no município de Luís Correia, no litoral do Piauí.

Ao atirar contra um chalé em construção, Zé Filho por pouco não atingiu com um tiro o trabalhador Francisco Izaura França Filho, o “Chiquinho​”, que reagiu, entrou em luta corporal com o ex-governador e tomou-lhe a arma.

A atitude do ex-governador Zé Filho, presidente da Federação das Indústrias do Piauí – Fiepi, chocou a comunidade, porque ele teria tentado mostrar força e poder com o uso da “bala”, quando o normal seria o diálogo ou acionar a Justiça.

Casa envolvida na questão.

O ex-governador, segundo relatos de moradores, estava em visível estado de embriaguez e revoltado porque o chalé está sendo construído em uma área de terreno que seria de Zé Filho. O terreno fica nas proximidades de uma casa dele, no povoado Macapá, em Luís Correia, no litoral do Piauí.

Sempre mostrando ser valente e destemido, há tempos o ex-governador Zé Filho vem “brigando” contra as invasões de áreas de terrenos nas proximidades da casa dele, em Macapá. Poucos meses depois de deixar o cargo de governador mandou derrubar cercas que estavam sendo construídas em um terreno entre a casa dele e a praia. Na época não houve confusão porque a comunidade apoiou a abertura das ruas de acesso à praia.

QUEM ENFRENTOU ZÉ FILHO – “Chiquinho” , o trabalhador que lutou com Zé Filho, é dono de uma barraca na praia de Maramar. É um cidadão humilde e pacato. Tem 12 irmãos e é filho do senhor “Chico Izaura”, um homem de 74 anos, nascido e criado em Macapá e dono de uma barraca na praia que leva o mesmo nome do povoado. “Chico Izaura” é uma das pessoas mais conhecidas, respeitadas e queridas naquela comunidade.

ONDE FICA – As praias de Maramar e Macapá ficam 13 quilômetros após a rotatória de acesso à praia do Coqueiro, também em Luís Correia.

Os conflitos por terra entre “nativos”, moradores e “estranhos” têm aumentado naquela área por conta da grande expansão do local e da especulação imobiliária que vem crescendo. Os conflitos também englobam o povoado “praia” de Barra Grande.

A família do ex-governador Zé Filho – Moraes Souza – é uma das que têm muitas terras em Luís Correia, notadamente em áreas de praias como as de Maramar e Macapá. A grande parte em “área de Marinha”.

A reportagem tentou ouvir o ex-governador, mas não consegui contato com ele. Porém, a reportagem apurou que a briga se deu porque o chalé onde ocorreu a confusão está sendo construído em terreno que pertenceria a Zé Filho.

A reportagem também procurou o secretário estadual de Segurança, Fábio Abreu. Ele disse simplesmente que não estava sabendo do caso.

Fonte: Piauí Hoje

Professor de Direito é acusado de dopar e estuprar ex- aluna

Uma bacharel em Direito, de 23 anos, procurou a Delegacia da Mulher para denunciar que foi estuprada na noite deste sábado (25) para domingo (26) por um funcionário do Tribunal de Justiça do Piauí, que teria lhe dopado e cometido o crime. O acusado também é professor do curso de Direito.

A vítima relatou na polícia, ao registrar o Boletim de Ocorrência, que participava da festa de formatura de sua própria turma. O acusado, que já havia sido professor dela, a convidou para dançar. Depois de algum tempo, ele teria ido pegar duas taças de vinho, bebeu uma e deu outra para a vítima.

A bacharel relatou que “apagou” e só acordou na manhã deste domingo (26), deitada, nua na cama do apartamento do professor. Ela saiu de lá direto para a Delegacia da Mulher. Disse que não lembrava de nada, que foi dopada.

Fez exame no Instituto de Medicina Legal (IML), que comprovou, em laudo preliminar, ter existido a conjunção carnal.

A vítima também foi levada a Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde tomou medicamentos. De lá, também foi encaminhada para o Hospital de Doenças Tropicais Natan Portela, onde recebeu medicação para evitar que seja infectada por possíveis doenças sexualmente transmissíveis.

A Polícia Civil investiga o caso. O professor teria passado toda a manhã e tarde de domingo desaparecido do apartamento.

Secretaria investe mais de R$2 milhões em compra de armas

O secretário de Segurança, Capitão Fábio Abreu, está em Brasília buscando a liberação de equipamentos para as instituições de segurança pública no Estado. Eles fazem parte da maior compra de armas realizada pela SSP-PI em toda sua história, um investimento de R$ 2.110.777,80. Além disso, o secretário busca a liberação do Exército para aquisição das melhores pistolas do mundo.

“Chegaram 700 novas pistolas, 12 espingardas calibre 12, 10 fuzis 556 e 12 metralhadoras. Nosso objetivo é antecipar liberação para fazer entrega oficial aos nossos policiais. Amanhã terei audiência com o general responsável pelas importações e exportações de material bélico em para que autorize compra de pistolas Glock, as melhores do mundo. Nossos policiais merecem”, informou o secretário.

Fábio Abreu disse ainda que essas armas serão disponibilizadas principalmente aos policiais que trabalham no interior do Estado. Concluiu afirmando que tem objetivo de cada vez mais garantir melhores condições de trabalho para as forças de segurança com equipamentos e estrutura.

“Na segurança pública não se admite que tenhamos única e exclusiva responsabilidade do Estado. Temos apoio do governador, mas temos limitações e precisamos esse apoio também em Brasília, do Governo Federal. Nosso objetivo é fortalecer o trabalho policial e proporcional ao cidadão direito de ir e vir”, asseverou.

Fábio Abreu concluiu dizendo que em sua estada em Brasília também irá em busca da liberação de suas emendas parlamentares para áreas como saúde e infraestrutura, mas principalmente para segurança pública.

Fonte: Cidade Verde

Bandidos invadem Facebook e tentam golpe utilizando o Messenger

Nessa sexta-feira, 24, bandidos invadiram e clonaram a conta do Facebook do cirurgião dentista Etevaldo Galvão, piripiriense, radicado em Teresina.

No período da tarde vários amigos de Etevaldo Galvão receberam mensagens pelo Messenger  onde o invasor pedia dinheiro argumentando que seria por empréstimo.

A conta do Banco do Brasil dada pelo invasor é em nome de Luan Paraná.

Os amigos que perceberam a tentativa de golpe fizeram uma corrente avisando da tentativa e, por meio de outras redes, Etevaldo também alertou sobre o ocorrido.

É preciso ficar atento para emails maliciosos em sua caixa de correio eletrônico e em outras mensagens. Atente para o emissor e certifique-se da sua autenticidade antes de clicar em links recebidos ou realizar aquilo que o emissor está solicitando. Fique alerta!

Piripirienses comemoram sangria do Açude Caldeirão

A tão esperada sangria do açude Caldeirão, em Piripiri, aconteceu ontem às 23 h. A última sangria havia acontecido em 2015.

Depois do ano de poucas chuvas como 2016, em que a principal fonte de abastecimento de água do município não chegou ao “sangramento”, deixando os piripirienses preocupados, a precipitação pluviométrica desse início de 2017 já  possibilita aos piripirienses e piauienses essa dádiva.

O açude cheio representa a segurança de abastecimento de água e fartura.

O Açude Caldeirão foi inaugurado na década de 50 do século passado. São 54 milhões e 600 mil metros cúbicos de água armazenada.

Piripiriense é assassinado em Camaçari, na Bahia

O piripiriense Paulo César Silva, foi assassinado durante assalto na cidade de Camaçari (BA). O fato aconteceu na noite dessa quarta-feira, 22, por volta das 20 horas.

De acordo com amigos da vítima, Paulo e amigos estavam em uma praça da cidade baiana quando Paulo se afastou do grupo para falar ao celular quando foi abordado por dois homens que chegaram em uma moto, anunciando o assalto. Durante a ação, os criminosos balearam o piripiriense que acabou por falecer.

Paulo era do bairro Floresta e estava na Bahia no pólo petroquímico de Camaçari, na empresa Connect Full, prestadora de serviço à Petrobras.

Paulo, vítima de latrocínio.

Juiz Moro diz o motivo da ação da Polícia Federal contra jornalista

 

O juiz Sergio Moro, da Lava Jato, disse em audiência que o motivo de ter autorizado o mandado de condução coercitiva contra o blogueiro Eduardo Guimarães foi o fato de Guimarães não ser jornalista.

Guimarães foi levado a depor pela PF em São Paulo na manhã de ontem, 21,no caso em que se investiga quem vazou informação sobre a condução coercitiva do ex-presidente Lula, em março do ano passado, divulgada antecipadamente por ele no Blog da Cidadania, de sua propriedade.

A Constituição protege o jornalista de divulgar suas fontes. Moro argumenta que Guimarães não é jornalista mas, pela legislação brasileira, a atividade jornalística não exige formação específica.

A declaração de Moro foi feita em resposta a um questionamento do deputado Paulo Teixeira (PT-SP), presente na audiência. Em um vídeo postado no Facebook, o deputado relata como foi o diálogo e critica a justificativa do juiz. “Eu respondi: “Dr. Sérgio, o fato de ele não ser jornalista não o impede de exercer o jornalismo. O Brasil não exige formação específica para o jornalismo”, disse Teixeira.

“Eu acho grave de que o que está sendo investigado é a fonte do Eduardo Guimarães, que teria divulgado a condução coercitiva do ex-presidente Lula. Assim eu acho de extrema gravidade a condução coercitiva, porque é uma restrição à liberdade de imprensa, à liberdade de informação. Isso é censura, é uma tentativa de constranger aqueles que questionam a postura do Judiciário e eventualmente a própria postura do juiz Moro”, protestou ainda o deputado.

Fonte: Brasil 247